sábado, 23 de abril de 2011

Afinal, pra que serve a família real?

Tá, eu confesso. Antes eu achava a família real britânica um charme. Esse negócio de ter reis, rainhas, príncipes, guarda imperial, aristocratas... Tudo tão pomposo e exótico que parece ter saído diretamente das páginas de um livro de história.

E sim, de vez em quando ainda acho bonitinho. Acho a Rainha Elizabeth II uma graça, principalmente quando mostra ser pé-no-chão e sem afetações. A história do pai dela, ao vencer a gagueira, foi formidável. William e Harry não são tão ruins também, pelo menos parecem ter algum senso de realidade.

Mas e o intragável do Charles? Será que a monarquia será tão popular quando ele for rei? E o seu irmão Andrew, envolvido em várias maracutaias pelo mundo afora? E a sua sobrinha Eugene, que gastou milhões dos cofres públicos só porque queria viajar pelo mundo e precisava de segurança 24h por dia?

Esse é o problema da família real. Se forem pessoas legais, ótimo. Mas, se não forem, o país tem que aceitar assim mesmo. E pagar pelas suas despesas, que não são poucas. E o que eles fazem, mesmo? Ah sim, atraem turistas. E participam de cerimônias.

Mas, será que vale a pena tanto gasto? Até que ponto é válido manter essa família só por apego à tradição? Lembrando que, enquanto isso, o povo está sofrendo porque vários empregos e serviços públicos estão sendo cortados sob a justificativa de que o país está sem dinheiro.

A verdade é que, vendo pelo lado de dentro, não acho mais a família real assim tão espetacular. E não, provavelmente não assistirei o casamento real, pois estou achando esse hype todo bem brega mesmo. É, acho que no final das contas não sou mesmo muito romântica :-P

PS- Não sei se dá pra ver direito, mas a foto mostra uma estátua do famoso Henrique VIII, o tal que rompeu com a Igreja Católica.

7 comentários:

Eliana disse...

Binha, já é uma "britânica"!! haha eu não sou britânica, não pago para sustentar a família real, então, eu adoro! Que venha a festa e que seja bem brega, por favor...hahaha Beijos.Titia

Gilson disse...

E o que seria dos tablóides ingleses se não existisse a família real? As centenas de jornalistas ingleses que eles empregam... hehe.

Saudades e beijos!

Analu disse...

É engraçado... a família real britânica chama mesmo a atenção do mundo. Por que será? Há famílias reais mais discretas, não? por que essa necessidade de estar sempre em evidência?

Cris disse...

Sempre achei um charme a realeza nos filmes de época, a atual familia britânica é tão sem graça... falta aquele encanto.
Admito que acho a rainha Elisabeth interessante, acho que ela "parece" uma rainha.
Quanto para que eles servem? bem, eles sempre foram figuras decorativas, a familia real está para inglaterra o que o pinguim de ceramica está para a geladeira.
Discordo da proibição da familia real de trabalhar, na minha opinião, só o rei, a rainha e seus filhos (menores de idade) deveriam ser sustentados pelos súditos. Os outros que vão trabalhar!
Sobre o casamento real, acho a Katie tão futil como um Maria Antonieta, também tenho a impressão que os ingleses estão mais preocupados com o chapeú que ela coloca em cima da cabeça, ao inves, do que há dentro da cabeça dela.

Roberta Costa disse...

aiiiiii lilica..... se eu estivesse aí, eu iria ver o casamento COM CERTEZA!!!!! Deve ser lindoooooo... :D
beijos enormes

barti disse...

francamente, nunca vi charme algum na realeza. A familia real n deve mesmo servir pra nada alem de estabelecer limites de controle e dominio q veem acompanhando a bloodline deles e q se estendeu no mundo inteiro, pq sera q a africa eh do jeito q eh, a america do sul eh pobre como, iraque, palestina, ate libia esta do jeito q ta? os britanicos estao sempre por tras de tudo, se informem!

Os principes harry e william e a rainha elizabeth sao legais??!?!?! os contrastes, crises e desemprego sempre estiveram aih, esse deve ser o papel da familia real, fazer com q o povo esteja sempre fudido,e os fodam quando ainda n estao, essa estrategia eh tao antiga quando eles, neh n?

eles n se importam nem um pouco com a gente pq deveriamos nos deixar encantar ou desprender qq energia vital pra esses inergumenos?!?!?

x

Youkai Sanseru disse...

São um símbolo do país, de uma nação. Deviam servi de exemplo como família, mas como são humanos, todos temos defeitos e alguns são imperdoáveis. Mas ainda assim, alguns membros e casas reais se salvam e mantem o povo unido.